Buenos Aires Viagens

Viajar para Buenos Aires Sozinho – Dicas úteis

Estas de férias? Pretende viajar para Buenos Aires sozinho e se encontra completamente perdido?

Este artigo foi escrito para lhe disponibilizar algumas recomendações e informações proporcionando a você algumas vantagens na hora de fazer os melhores passeios.

Viajar para Buenos Aires sozinho não será fácil, mas este artigo está aqui para abrir um pouco a sua mente do que esperar pela frente.

Não esqueça de aproveitar todas as oportunidades que surgirem a partir do momento que você pousar no aeroporto.

Tome notas e prepare-se para se apaixonar pela cidade do Tango.

Você vai querer embarcar nessa aventura.

Apesar do governo Argentino ter aplicado muitas leis e regulamentos no quesito segurança, Buenos Aires continua uma das capitais muito perigosas.

Por esta razão não é recomendado andar sozinho à noite e apesar de existirem locais que são famosos como La Boca, que durante o dia são muito procurados pelos turísticas, recomendamos que não visite à noite, pois roubos são muito comuns.

É seguro viajar sozinho para Buenos Aires?

Viajar para Buenos Aires sozinho requer algumas precauções, queremos lhe fornecer muitas ferramentas para que você ande seguro.

Antes de ir para qualquer local, sempre faça uma pesquisa muito profunda sobre a cidade, entenda como funciona e o que pode esperar dela. Deixe de lado o excesso de confiança, todo cuidado é pouco.

Programe-se para chegar no aeroporto na luz do dia. Use somente rádio taxis, pesquise sobre os costumes e horários de fechamento dos lugares que você pretende visitar, especialmente à noite.

Sempre tenha um chip com Internet no celular, vai tornar fácil sua vida.

Ao comparar Buenos Aires com Rio de Janeiro ou São Paulo, chegamos à conclusão que é uma cidade tranquila, mesmo assim, não deixe de prestar muita atenção ao seu redor.

Evite visitar os subúrbios, favelas e tenha muito cuidado com seus objetos pessoais se estiver no meio de alguma multidão. Existem muitos ladrões por aí, e há muitos casos de agressão ou sequestro que se desenvolveram muito na capital.

Na Argentina crescem os números de feminicídios, mas não há casos de assassinatos de turistas do sexo femino, isso não quer dizer que nunca vá acontecer.

Nunca ande sozinho à noite ou perto de locais isolados.

Pensando em segurança viária, há locais cujas rotas são de cascalho, mas os principais locais turísticos do país estão conectados e há bons serviços de transporte cobrindo essas rotas.

Se você desejar pegar um táxi em qualquer lugar, observe se é um automóvel oficial, pois existem muitos profissionais que são ilegais. Baixe o aplicativo She Taxi pertencente a uma rede de mulheres taxistas de Buenos Aires para se sentir seguro.

Não é constante a ocorrência de desastres naturais, mas fique ligado nas épocas de chuvas, pois pode ocorrer áreas inundadas implicando cortes nas estradas.

Em qualquer parte do mundo mulheres sofrem violência sexista, mas isso não é impedimento para que você faça uma viagem sozinha e divertida em Buenos Aires.

Existem muitos mochileiros que não vão deixar você completamente sozinho, não hesite em iniciar uma conversa, pois você pode facilmente encontrar outros viajantes.

Em caso de emergência chame a polícia, o número é 911. Você pode checar onde as delegacias estão localizadas.

Em caso de assédio ou abuso sexual, você encontrará escritórios de serviços e terá a sua disposição um telefone que pode ligar 24horas por dia. Mais informações na linha 144.

Caso você precise de hospital, não hesite em usar o Google Maps. Baixe o aplicativo onde quer que esteja e procure por “hospital”. Os mais próximos aparecerão.

É hora de passear em Buenos Aires

Não é difícil viajar para Buenos Aires Sozinho, aqui vão algumas dicas para você visitar este lugar desacompanhado e amar Buenos Aires.

Os melhores meses para se comprar passagens são outubro e novembro, pois além das hospedagens tudo é mais barato.

Você não estará completamente sozinho, Buenos Aires é uma cidade onde você vai encontrar muitos turistas brasileiros.

Gosta de sossego e muita diversão? Dirija-se para o bairro de Palermo, lá é possível se deparar com o Parque de Palermo, onde você pode praticar esportes, patinar, caminhar e organizar piqueniques.

Também em Palermo, vais encontrar um zoológico, jardim botânico, o planetário e um jardim japonês. Ouse ir a um cassino ou visite o Hipódromo que fica embaixo.

Outro bairro interessante para visitar é o Recoleta, belo e romântico. Lá você não pode deixar de ver o Museu Nacional de Belas Artes, a igreja Nossa Senhora do Pilar e também uma escultura de flor denominada Monumento Floralis Genérica.

Se você gosta de um agito, visite o bairro de Puerto Madero, que era um antigo porto que foi transformado em local para diversão, lá existem numerosos restaurantes e bares.

Em Puerto Madero você vai encontrar a famosa Puente de La Mujer, obra do arquiteto Santiago Calatrava, essa ponte gira em 90º para permitir que os enormes barcos possam passar por ali.

Não deixe de conhecer o Teatro Colón, considerado um dos teatros líricos mais significativos do mundo. Restaurado em 2008 e tem a capacidade para 4000 pessoas.

Outro Bairro interessante para visitar é San Telmo, onde você vai encontrar uma das áreas mais conservadas da cidade, além de casas coloniais e ruas de pedras que potencializam o contraste a toda a cidade moderna.

San Telmo é o preferido dos Artista e lá você vai encontrar a Plaza Dorrego, famosa pelos cafés e antiquários, onde se apresentam shows de tango, considerado um lugar perfeito para a vida boêmia.

Pretende comprar algumas lembrancinhas? Vá para a Calle Florida. Um perfeito lugar para encontrar alfajoures, doce de leite, perfumes, roupas etc.

E não deixe de parar no shopping Galerias Pacífico, localizado num edifício do século 19

Aproveite todas as dicas, pegue um roteiro e viaje para Buenos Aires.

A agência Funny Times quer levar você a refletir sobre alguns incômodos que turistas passam por não fazer um pacote de viagens.

Um deles é a hospedagem: reservas em hotéis, lodges e pousadas, quando feitas por uma agência de viagens responsável é garantida e pode oferecer as melhores acomodações e os melhores preços devido as parcerias e isso interfere diretamente no valor reduzindo custos.

Outra preocupação que incomoda muito turistas é o translado entre o aeroporto e o hotel. Você provavelmente vai estar cansado depois de horas de voo. Funny Times oferece esse transporte, prevenindo muitas vezes o desgaste e facilitando o transporte de bagagens.

Oferecemos para você, que poderá vir sozinho para Buenos Aires, uma frota de veículos que está disponível para fazer diversos roteiros dentro e fora da cidade de Buenos Aires.

Todos os veículos estão habilitados pela CNRT (comissão nacional reguladora de transporte), com os seus respectivos seguros para transporte de passageiros.

Não podemos deixar de falar sobre uma aquisição que muita gente deixa para última hora, ou não liga que é o seguro de viagem. Pode ser uma tarefa complicada planejar uma viagem sozinho, e viajar sem um seguro de viagem pode ser um verdadeiro problema, muitas pessoas falam que não precisa, mas não conte com isso.

Os pacotes de viagem já oferecem, junto as suas taxas o valor do seguro de viagem. E adquirindo com antecedência você pode evitar muitos transtornos e dores de cabeça na viagem.

Consulte-nos agora mesmo.

Viagens

4 destinos para quem é apaixonado por futebol

Não é segredo para ninguém que o futebol é paixão nacional no Brasil e em diversos outros países.

A bola na rede, jogadas acrobáticas e dribles desconcertantes prendem a atenção de milhões de apaixonados pelo esporte ao redor do globo.

Assim, muitas pessoas tem interesse em conhecer pontos turísticos relacionados à modalidade ou simplesmente entender um pouco mais sobre a cultura futebolística de outros paíse.

Pensando nisso, nós decidimos separar os principais destinos para os amantes dos futebol. E se você faz parte desse grupo vale a pena acompanhar:

Argentina

Apesar da tremenda rivalidade existente entre hermanos e brasileiros, a Argentina é um destino altamente recomendado para quem adora ver a pelota rolar.

O país conta em sua seleção com grandes craques, como Aguero, Di Maria, Dybala e, é claro, o melhor jogador da atualidade, Lionel Messi.

Mas não é apenas à história futebolística recente do país que devemos nos atentar. A argentina está repleta de história.

E, ao visitá-la, é possível ir ao La Bombonera e ao Monumental, estádios prestigiados e de dois times tradicionalmente rivais: Boca Juniors e River Plate.

E não para por aí, o país ainda é detentor de duas copas do mundo, conquistadas em 1978 e 1986.

Além disso, ao pisar em terras argentinas é possível visitar Lanús, local de nascimento de Diego Armando Maradona, um dos maiores craques de todos os tempos.

Uruguai

Continuando na América do Sul, está na hora de falarmos um pouco sobre o Uruguai. O país também possui muita tradição no futebol.

Afinal, eles foram os primeiros campeões do campeonato de futebol mais relevante do planeta: a Copa do Mundo.

E visitando o país, mais especificamente Montevidéu, é possível realizar um tour pelo estádio Centenário, construído especificamente para a Copa de 30.

Nele, existe um Museu do Futebol, bastante interativo e divertido, assim como aquele existente no Brasil, mais precisamente no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Para completar, atualmente a seleção possui tremendo destaque no cenário internacional, contando com jogadores consagrados como Luizito Suárez, do Barcelona, e Cavani, do Paris Saint Germain.

Espanha

Saindo um pouquinho da América do Sul, nosso destino agora é a Europa. A Espanha é um excelente destino para viagens turísticas futebolísticas.

Isso porque ela é casa de dois dos times mais importantes do mundo: O Barcelona e o Real Madrid.

Times que, inclusive, nos últimos anos representaram rivalidade na conquista do prêmio de melhor jogador do mundo, com o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi.

Assim, você pode visitar tanto o Camp Nou (estádio do Barcelona) quanto o Santiago Bernabéu, que pertence ao Real Madrid.

Inglaterra

Continuando no Velho Continente, chegamos a Inglaterra. O país é obrigatório em um roteiro de viagem futebolística pela Europa.

O grande motivo? Foram os ingleses que criaram esse esporte tão maravilhoso chamado futebol.

Assim, é importante que você visite o país para realizar uma espécie de homenagem aos inventores da modalidade.

Desse modo, não deixe de visitar estádios lendários, como é o caso do Old Trafford, do Manchester United e o Anfield Road, do Liverpool, atual campeão da Champions League.

Também vale dar uma passadinha no Wembley Stadium, onde ocorreu a final das Olimpíadas de Londres. O estádio também é utilizado com frequência pela seleção principal da Inglaterra.

Agora você já conhece os principais destinos do turismo futebolístico espalhados pelo mundo.

Lembre-se que o Brasil não fica fora dessa, sendo um dos principais pólos do esporte em todo o globo.

Por aqui você pode visitar os estádios do Pacaembu, do Morumbi e até mesmo o Maracanã, palco de tantos momentos inesquecíveis.

Viagens

O que fazer em Paris (guia de 1 dia…

Você pode certamente ver o Arco do Triunfo, Avenue des Champs-Élysées, Rue du Faubourg St-Honoré, Palais d’Élysée, Place de la Concorde, Jardin des Tuileries, Musée du Louvre, Île de la Cité, Cathédrale de Notre-Dame, Coloque St-Michel, as ruas secundárias da margem esquerda (Quartier Latin) e, se preferir, um cruzeiro no rio Sena, seguido de um jantar muito bom em um simples bistrô ou restaurante elegante – nada mau para um dia, certo?!

Considere fazer uma visita guiada, o que torna o planejamento e o transporte simples. Se você preferir fazer isso sozinho, considere comprar um bilhete de trânsito de 1 dia para Paris.

Passeio a Pé Auto-guiado
Comece o dia com o café da manhã em seu hotel ou, de preferência, em um café na calçada próxima.

Arc de Triomphe & Champs-Élysées

Vá de Métro até a estação Charles de Gaulle-Étoile para começar o seu passeio a pé. Saia da estação do Métro via Sortie 1 (Saída 1) e você irá emergir o gigantesco Arco do Triunfo. Suba as 284 escadas (elevador/elevador apenas para deficientes) até o topo do monumento para uma vista grandiosa de Paris para que você possa conhecer o terreno. Olhe pela Avenue des Champs-Élysées em direção à Place de la Concorde e ao Musée du Louvre porque é para lá que você vai.

Os caminhantes obstinados podem querer caminhar o caminho todo desde o Arco do Triunfo até os Campos Elísios e o Louvre (3,4 km), mas o resto de nós – e qualquer pessoa com pouco tempo descerá até a estação Métro perto do Arco do Triunfo e tomará a Linha 1 (Direção: Château de Vincennes) até a estação Champs-Élysées-Clemenceau (terceira parada do Arco).

St-Honoré & Place de la Concorde
Saindo da estação Métro, cruze para o lado norte da avenida e continue para o norte na Avenida de Marigny até a Rue du Faubourg St-Honoré e vire à direita (leste).

St-Honoré é a avenida mais alta de Paris: passará pelo Palais de l’Élysée (a residência do presidente da França), várias embaixadas proeminentes, lojas que vendem os produtos mais elegantes e alguns dos melhores restaurantes da cidade.

Na rue Royale, vire à direita e caminhe até à Place de la Concorde (Métro: Concorde) para admirar as suas fontes, o obelisco egípcio e as suas grandes vistas.

Tuileries e Louvre
Da Place de la Concorde, vire à esquerda (leste) e passeie pelo Jardin des Tuileries (Métro: Tuileries) até o Musée du Louvre no vasto Palais du Louvre (Métro: Palais Royal-Musée du Louvre). Para a sua visita, escolha uma parte do museu e, em seguida, apenas algumas salas nessa parte. Este é um dos maiores e melhores museus do mundo, e levaria meses para ver tudo isso.

Almoço
Almoce e descanse os pés cansados antes ou depois da sua visita ao Louvre. Há vários cafés-restaurantes agradáveis no Jardin des Tuileries com assentos cobertos e ao ar livre.

Se você pretende fazer um piquenique, você pode fazê-lo no pátio do Louvre ou, melhor ainda, continuar um pouco mais longe com este itinerário e atravessar a primeira parte da ponte Pont Neuf (Métro: Pont Neuf) para a Praça do Vert Galant (procure a estátua equestre do Rei Henri IV na Pont Neuf). A “praça” é na verdade um parque sombrio e não quadrado na ponta oeste da Île de la Cité (Métro: Cité) no rio Sena.

Notre-Dame & Margem Esquerda
Depois do almoço, caminhar para sudeste na Île de la Cité ao longo do Quai des Orfèvres até a Cathédrale de Notre Dame (Métro: Cité) aberta a visitas a maior parte do tempo. (Para subir as torres, você deve planejar sua visita. Mais…)

Em seguida, atravesse a Pont au Double para a margem esquerda, vire à direita e caminhe para o oeste ao longo do rio (Quai de Montebello e Quai de St-Michel) quatro quadras até a Place St-Michel. (Métro: St-Michel). Este é um local ideal para o descanso dos pés e para o pick-me-up, pois os cafés são abundantes e animados, com boas possibilidades de observação de pessoas.

Em seguida, perca-se na Margem Esquerda. Basta pegar uma pequena rua e descer por ela. A propósito, minha rua favorita para iniciar explorações é a Rue St-André-des-Arts, que fica a oeste da Place St-Michel (mapa).

Cruzeiro no rio Sena
Se não estás disposto a vaguear a pé, faça um cruzeiro no Sena.

Quando você se perder e se cansar, diga a palavra mágica Métro e um parisiense esperto o indicará para a estação mais próxima.

Durante suas peregrinações, procure um bom bistrô na sua faixa de preços para o jantar. Mais…

Uh….Torre Eiffel?
O quê? Um dia em Paris sem uma excitante viagem ao topo da Torre Eiffel?

Sim. Infelizmente, a longa espera para chegar ao topo não é provavelmente o melhor uso do seu valioso e curto tempo em Paris. Além disso, do topo da Torre Eiffel não se vê…a Torre Eiffel! Aqui está a história completa…

É uma maneira perfeita de concluir o seu precioso dia em Paris.

A noite em Lisboa Viagens

A noite em Lisboa

Para quem quem busca diversão na noite de Lisboa, saiba que a cidade possui as melhores baladas da Europa.

O “esquenta” começa na Praça Luís de Camões, no Chiado. Então se você quer um ponto de partida, este é o local ideal.

A Lux Frágil é uma balada luxuosa de Portugal, que fica localizada no Cais da Pedra. A casa fica aberta até o amanhecer e é conhecida pelo seu público diferenciado.

Bares: para quem busca mais comodidade

Para ajudá-lo(a) na escolha do melhor local, separamos alguns locais badalados de Portugal para você conhecer.

Bar Bedroom de Lisboa

O Bar Bedroom é uma cafeteria que segue a arquitetura brasileira, e que funciona de segunda a sábado, das 21h às 3h.

A caipirinha é tradicional neste estabelecimento, e durante as noites, um DJ convidado comanda as pickups.

Para quem aprecia uma decoração vintage, este é o local correto. O Bar fica localizado na Rua do Norte,86 em Lisboa.

Pavilhão Chinês

Para quem quem gosta de decoração antiga, o Pavilhão do Chinês é perfeito, pois é repleto de peças vintages, que remetem a um antiquário.

Os happy hours são frequentes por aqui, aliás há muitas mesas para você aproveitar a noite bem acompanhado.

Há mesas de sinuca no local e que estão sempre rodeadas de mesinhas, assim o grupo de amigos que preferem ficar comendo e bebendo, podem aproveitar a noite.

O Pavilhão Chinês funciona de segunda à sábado das 18h às 2h e aos domingos das 21 às 2h. Embora seja estranho para nós brasileiros um estabelecimento que fique aberto por tão pouco tempo, é algo comum em Portugal.

O Pavilhão Chinês está localizado a Rua D. Pedro V, número 89.

Pensão Amor

A Pensão Amor está em os 10 melhores bares de Lisboa. Conhecido por abrigar um bordel na primeira metade do século 20, hoje abriga um bar com o tema de cabaré.

Todo o ambiente possui uma temática erótica, comportando um sex shop, uma livraria erótica, um espaço de cartomancia e um studio de pole dance.

A Pensão Amor está localizada na famosa rua cor-de-rosa do Cais do Sodré, na Rua do Alecrim, 19.

Chegando em Lisboa sem complicações

Hoje há muitos sites que facilitam a compra de passagens aéreas com valores mais baixos.

O Skyscanner é um deles, um serviço onde você pode avaliar passagens aéreas em diversas empresas.

O serviço de apoio ao cliente da TAP é referência nos voos entre Brasil e Portugal. As passagens de classe económica variam entre R$3 a R$4 mil (ida e volta) e incluem uma bagagem de mão de 8kg e uma bagagem de porão de 23kg.

Hoje existe a facilidade de utilizar os aplicativos de carros compartilhados e táxis, para se locomover pela cidade.

Desfrutando de Lisboa

Embora os destinos apresentados remetam a locais requintados de Lisboa, há opções de baladas mais casuais, porém a grande maioria possuem horários bem diferentes do Brasil.

E você, tem alguma dica da noite de Lisboa? Compartilhe conosco.

Lisboa Viagens

Lisboa – Largo das Portas do Sol, cenário perfeito

Sabe quando o trabalho dá uma folga? O suficiente para que se possa chegar alguma meia hora atrasados na parte da tarde, que o céu não despencará? Pois nesses dias, muitos lisboeta, que labutam nos escritórios da parte baixa da cidade, combinam de pegar o elétrico (bonde) para espairecerem em grupo no Largo Portas do Sol que por si só já é arquitetonicamente precioso. Agora imagine-o emoldurado por uma grande varanda natural debruçada sobre o Tejo. E que, nessa varanda, você pode passar um bom tempo à sombra ou ao sol, embevecido com a paisagem e nutrido de lanches leves e gostosos. Há restaurantes nas redondezas. Se preferir, escolha um com esplanada, pátio aberto para a paisagem.

O Largo das Portas do Sol, logo acima do Miradouro de Santa Luzia, é assim chamado porque dele se pode admirar nascentes e poentes perfeitos. A manhã se levantando do Tejo e a tarde nas águas do rio mergulhando. O nome invoca a porta da Cerca Moura que ali se abria. É também o fim do percurso pela Lisboa Medieval, marcado por importantes edifícios religiosos e laicos, como a Sé ou Igreja de Santa Maria Maior, a Casa de Santo António, posteriormente Paços do Concelho (Prefeitura e Câmara Municipal).

“O largo fica sobre uma das colinas de Lisboa e é um dos pontos mais cenográficos da cidade. Daqui se vislumbram as igrejas de São Miguel, de Santo Estevão, de São Vicente de Fora, e o bairro de Alfama, um labirinto de ruas e ruelas, pátios e travessas, escadarias e desníveis que desce, de forma atribulada, até às margens do Rio Tejo. Aqui se encontra o antigo palácio dos Condes de Azurara, atualmente sede da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, onde funciona a Escola de Artes Decorativas. Nas suas salas está representado o mobiliário português e indo-português, a tapeçaria e a ourivesaria daquela época” (Portal dos Arquivos Municipais de Lisboa.).

Pode chegar ao largo a pé vindo da Baixa Lisboeta pra, já no início do passeio, passar pela Sé de Lisboa. Uma opção rápida e poética e pegar o Elétrico 12 , na Praça da Figueira. Outro bonde que chega até lá é o 28. Vão te deixar já no Café do Miradouro. Se estiver chovendo, não se amofine. Proteja-se na parte coberta do Café que fica no térreo do Museu e Escola de Artes Decorativas. Pode-se também fazer um roteiro a partir de Santa Apolônia (Estação Ferroviária) pelas ruas estreitas e escadarias de Alfama até se deparar com a vista aberta do largo Portas do Sol. Logo na entrada, a estátua imponente de São Vicente, o santo padroeiro de Lisboa. Depois, é só se maravilhar com o casario, as igrejas e as águas do Tejo.