Se você sonha correndo, não tente bater recordes; A corrida é em câmera lenta, diz pesquisa

12/01/2015 11h18m. Atualizado em 12/01/2015 11h18m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

De acordo com o site Mashable, o psicólogo da Universidade de Berna, na Suíça, Daniel Erlacher, desenvolveu uma pesquisa para analisar a atividade cerebral durante o sono.
Ele queria descobrir se as partes ativadas pelos seu cérebro acordado eram às mesmas durante o sono. Para o experimento, ele usou sonhadores lúcidos, aqueles que conseguem controlar sua experiência de sonho, em especial, os corredores.
O sonho lúcido é aquele em que você sabe que está sonhando. Ao ser acordado, ou até no meio dele, o indivíduo tem consciência de seu estado. Muita gente consegue ter sonhos lúcidos com frequência e, inclusive, permanecer neles. Isso significa ser capaz de fazer o que você faz acordado, mas em sonho.
Erlacher pediu aos voluntários para completar uma atividade usual para eles e os indivíduos demoraram 50% mais tempo para fazê-lo do que quando estão acordados.
A pesquisa explica porque correr durante o sonho é uma das atividades mais complexas que existem. Você se sente lento, pesado, com uma força puxando para baixo, como se tivesse tentando sair de uma areia movediça. Parece até que você está correndo em câmara lenta.
Já Ian Wallace, um psicólogo especialista em sonhos, diz que a sensação de slow motion é popular, mas não tão comum. “Eu já analisei cerca de 200 mil sonhos e a câmera lenta atinge 55%”, disse.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.