Terror em Paris: segundo sequestro com reféns, agora em supermercado; Por Pierre Pichoff

09/01/2015 12h34m. Atualizado em 09/01/2015 15h01m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Um tiroteio na cidade de Montrouge, ao sul de Paris, um dia após o atentado terrorista à revista Charlie Hebdo, deixou um policial morto e outro gravemente ferido. Segundo o jornal Le Monde, o assassinado seria suspeito de uma segundo cena de sequestro com reféns que acontece na tarde desta sexta-feira (9), na França. Desta vez, em porte de Vincennes em Paris. O homem está dentro de um supermercado, com pelo menos 5 reféns. Ele pode estar relacionado com morte de uma policial no dia anterior.
A polícia parisiense tem indícios de que este homem é próximo dos irmãos terroristas Kouachi, responsáveis pelo assassinato de 12 pessoas na Chalie Hebdo, que também fazem reféns dentro de uma fabrica de Dammartin-en-Goele, ao norte de Paris. Segundo a polícia parisiense, os eventos estão relacionados: “O sequestrador de Vincennes, Amedy Coulibaly, ameaçou de matar todos os reféns do supermercado se a policia da França desse a ordem de prender os irmãos Kouachi em Dammartin”.

montagem

montagem

Os três fariam parte do movimento islamista radical Buttes Chaumont e já eram monitorados pelos serviços antiterroristas franceses. Eles são suspeitos do ataque à revista satírica Charlie Hebdo.
Parte da cidade está fechada. Várias pistas do aeroporto estão com funcionamento suspenso. O Metro e o Tramway da zona leste de Paris estão parados. Os alunos das escolas próximas ao supermercado em Porte de Vincennes tem como ordem ficar nas salas. A policia está se posicionando nos telhados próximos ao supermercados. Um dos reféns foi ferido, segundo o Le Monde.

Pierre Pichoff

Formado como piloto comercial de avião, Pierre Pichoff mora em Caen, na Normandia, França. Ele é o diretor de uma empresa de turismo, a "Descobrindo a Normandia", que oferece passeios personalizados sobre a história da Segunda Guerra Mundial na Normandia, além de Paris e outros roteiros na França.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.