“Família Friboi” está entre os mais ricos do mundo, diz Bloomberg

30/12/2014 21h22m. Atualizado em 31/12/2014 08h27m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A família Batista, dona do grupo JBS, que inclui a empresa Friboi, entrou na lista dos 400 mais ricos do mundo feita pela Bloomberg. Os irmãos Joesley, Wesley, Valere, Vanessa e Vivianne Batista entraram na listagem por serem donos do grupo que se tornou o maior frigorífico do mundo depois de comprar outras empresas do ramo no valor total de US$ 17 bilhões.
Mesmo num ano de bolsa em queda, as ações do grupo subiram 30%. O grupo escalou seu crescimento nos anos dos governos Lula e Dilma com a ajuda do BNDES que financiou muitas das aquisições do grupo além de ter comprado ações e debêntures. Foi a maior beneficiada pela política de fazer “campeões nacionais”.
De acordo com a Bloomberg, os 400 mais ricos do mundo ganharam US$ 92 bilhões e têm ao todo US$ 4,1 trilhões. Quem mais ganhou dinheiro foi justamente um empresário da China que continua lá pregando o marxismo para a população. O empreendedor Jack Ma, um dos fundadores do Alibaba, maior companhia de comércio eletrônico na China. Warren Buffet, que aos 84 anos, não tem onde mais por dinheiro, ganhou em 2014 US$ 13,7 bilhões. E o jovem Mark Zuckerberg, um dos fundadores do Facebook, ganhou US$ 10,6 bilhões, mais que Bill Gates, que ganhou US$ 9 bilhões.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.