Nasa encontra indícios de vida em Marte

16/12/2014 20h59m. Atualizado em 17/12/2014 09h19m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Com o robô Curiosity analisando as crateras em Marte, desde 2012, a Nasa descobriu indícios de vida no planeta. Foram os picos de concentração de metano, gás produzido por organismos vivos, que levaram a Nasa à hipótese da vida alienígena.

A Nasa ainda não pode precisar se a origem do metano é realmente de organismos vivos, mas a possibilidade é consistente. Uma molécula de metano é formada de um átomo de carbono e quatro de hidrogênio, geralmente gerado por micróbios. Mas existe a possibilidade de o metano advir de processos que não necessitam de vida. A acentuada quantidade de metano encontrada é o que mais corrobora com a tese da vida marciana.

A radiação ultravioleta pode gerar metano a partir de produtos químicos orgânicos produzidos por processos biológicos ou não, como a poeira do cometa caindo sobre Marte. O robô Curiosity detectou metano em pó ao perfurar a rocha Cumberland. Mas ainda há a dúvida se o material foi produzido em Marte ou chegou ao planeta por meteoritos.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Nasa encontra indícios de vida em Marte"

  • Daniele 17-12-2014 (5:54 pm)

    Acho que Marte pode ter abrigado vida microbiana no passado,mas por alguma razão teve fim.

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.