Brasil tem 7.289 refugiados. Angolanos, colombianos e sírios são maioria

18/11/2014 23h11m. Atualizado em 19/11/2014 08h09m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Entre 2010 e 2014, o número de refugiados no Brasil aumentou praticamente 70%, passando de 4.357 para 7.289, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (18) pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare). A maioria dos foragidos é homem — 75% do total.
Os emigrantes que chegaram ao Brasil no período vieram de 81 nacionalidades diferentes. Todavia, a maioria veio da Síria, da Colômbia, da Angola e do Congo.
Libaneses, liberianos, palestinos iraquianos também têm destaque nessa população.
“A atual diversidade dos solicitantes de refúgio no Brasil está intimamente relacionada com as regiões dos principais conflitos internacionais no mundo”, afirmou ao blog o secretário Nacional de Justiça e presidente do Conare, Paulo Abrão. “O Brasil não está isolado frente a estas grandes crises humanitárias”, disse.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Brasil tem 7.289 refugiados. Angolanos, colombianos e sírios são maioria"

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.