Superfaturamento na Petrobras pode chegar a R$ 3 bilhões, diz TCU

12/11/2014 11h36m. Atualizado em 12/11/2014 15h05m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, disse nesta terça-feira (11) que os indícios de sobrepreço em contratos da Petrobras são o maior escândalo financeiro da história do TCU, e já podem somar R$ 3 bilhões. O número tende a crescer se as auditorias forem aprofundadas, apurou o blog.
Nardes inclui nesse valor o numero de R$ 1,6 bilhão de desvio apontado pelo tribunal no processo de compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, adquirida pela estatal em 2006.
Nardes está convencido que o Supremo Tribunal Federal (STF) precisa julgar o mérito de uma liminar que livra a Petrobras de respeitar a Lei 8.666, de Licitações.
Sem respeita-la, acredita Nardes, a Petrobras abre “brechas” para as fraudes.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.