PT usa rede para mobilizar militância no combate às manifestações contra Dilma

05/11/2014 08h55m. Atualizado em 05/11/2014 18h43m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Em sua página no Facebook, o PT convocou nesta terça-feira (4) a militância do partido “às armas” virtuais para combater os pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
Nesta semana foram realizados protestos, o mais forte deles em São Paulo, que pediram o impeachment de Dilma, e, em alguns momentos, uma inadmissível intervenção militar.
No texto, o PT afirma que “a vitória de Dilma Rousseff revelou o desespero de setores que insistem em ignorar a vontade da população demonstrada nas urnas”.
Segundo o PT, “representantes do atraso, verdadeiros fantasmas do passado, tentam criar um terceiro turno da disputa eleitoral ao suscitarem sandices como intervenção militar e até o impeachment da presidenta”.
Ao afirmar que “esqueceram que o povo não é bobo”, o texto ainda conclama a militância a manter-se informada “em nossos canais” para ter armas “para rebater a ignorância nas redes e nas ruas”.
Ao colocar esse post no ar, o PT está preparando uma reação a novos protestos contrários ao governo Dilma, convocados para o próximo sábado (15), comemoração da Proclamação da República. Manifestantes devem ir às ruas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.
Especialmente no segundo mandato de Fernando Henrique Cardozo, quando estava na oposição, o PT fez inúmeras manifestações em que pedia o impeachment do ex-presidente, com cartazes “Fora FHC”.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.