Tesoureiro preso se afasta do PT; TCU vê crime em manobras fiscais. Jornais de quinta (16)

16/04/2015 08h14m. Atualizado em 16/04/2015 08h18m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

João Vaccari Neto foi preso quando ainda exercia o cargo de tesoureiro do PT e, logo após, foi afastado do cargo pelo partido. Ele é réu no processo da Lava-Jato pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O TCU aprovou relatório por unanimidade considerando crime as manobras fiscais porque, através delas, o governo feriu a Lei de Responsabilidade Fiscal, que proíbe que bancos financiem o Tesouro. Estas são as principais notícias dos jornais desta quinta-feira (16).

O Globo puxou o noticiário por “TCU aprova relatório que vê crime em manobras fiscais”, e em subtítulo informa que o Tribunal vai ouvir 17 pessoas, entre elas, Mantega, Tombini e Bendine.

A prisão de Vaccari é a manchete do Estado de S. Paulo: “Tesoureiro do PT é preso na Lava Jato; partido anuncia saída do cargo”. É também da Folha de S. Paulo: “PF prende Vaccari, tesoureiro do PT”. Ele foi acusado de usar uma gráfica para recolher ilegalmente doações de empreiteira com negócio na Petrobras. O juiz Sérgio Moro justificou a prisão dizendo que ele “em tal posição de poder e de influência política” poderia persistir na prática de crimes.

Os jornais registram que a tese do impeachment da presidente Dilma voltou a ganhar força com os partidos de oposição se unindo seus discursos em favor da ação. A decisão do TCU de considerar ilegal as manobras fiscais do governo está na primeira página de todos os jornais. Bancos públicos pagaram benefícios socias, o Tesouro demorou a reembolsá-los e, na prática, financiaram o governo, o que é proibido. O Valor Econômico traz na manchete a preocupação das empresas sobre o aumento do imposto que recai sobre os ganhos financeiros. “Taxação da receita financeira põe em alerta empresas”. O segundo título mais forte do jornal é que “Prisão de Vaccari abala PT”.

Outros destaques do noticiário: o governo admitiu que o país terá este ano recessão e inflação acima de 8% ao enviar para o Congresso as diretrizes orçamentárias; As centrais sindicais fizeram atos contra o projeto de terceirização que está sendo votado na Câmara; A Top Model Gisele Bünchen se despediu das passarelas com o último desfile na SP Fashion Week.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.