Base aliada ainda sob o impacto da pesquisa CNI/Ibope

06/04/2015 10h43m. Atualizado em 07/04/2015 08h30m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A pesquisa de opinião CNI/Ibope impactou a base aliada e as manifestações em todo o país do próximo domingo – caso repitam as de 15 de março, como tudo indica – irão a afetar a governabilidade da presidente Dilma Rousseff.

O PMDB consultou as suas bases políticas e obteve reforço da impressão de que o petismo perde rapidamente sua base social e que não vale mais a pena manter esta aliança de 12 anos de poder.

Antes de embarcarem para seus Estados de origem, líderes do PMDB já avisavam que ainda resistem a aprovar em sua totalidade o ajuste fiscal do ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Deixaram claro também que não abandonaram a ideia de aprovar o projeto de lei que regulamenta o novo indexador da dívida dos Estados e Municípios.

Segundo estes líderes, o que aconteceu foi apenas uma inversão da pauta que está paralisando atualmente as votações no Congresso, mas que o projeto de Lei volta a ser discutido esta semana.

A pesquisa CNI/Ibope só não teve mais desdobramentos por conta de um salvador feriado de Páscoa. A ida dos parlamentares a suas bases, porém, terá um efeito renovador de suas angústias.

O protesto do próximo dia 12 pode selar de vez esta intenção do PMDB de se afastar do PT. O PMDB sabe que o ajuste fiscal empurrará ainda mais a popularidade de Dilma para baixo, se é que isto ainda é possível.

A avaliação é a de que a anemia política do lulismo e do petismo tende a se agravar nos próximos meses, com poucas chances de recuperação pelo menos no curto e médio.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.