BNDES perdeu R$ 2,6 bi com Petrobras; Estatal propõe aumentar salário de diretores. Destaques dos jornais de terça (31)

31/03/2015 07h30m. Atualizado em 01/04/2015 08h18m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A manchete do Globo e do Estado de S. Paulo é sobre o resultado do BNDES divulgado nesta segunda (30) mostrando que o banco perdeu dinheiro por ser acionista da Petrobras e por ter emprestado dinheiro para a companhia. “Crise da Petrobras afeta resultado do BNDES”, diz o Globo. “Ação da Petrobras reduz lucro do BNDES” afirma o Estado. A perda foi de R$ 2,6 bilhões.

A Folha de S. Paulo informou, na manchete, que “Em crise, Petrobras pede alta de 13% em salários de diretores”. No ano passado, a alta tinha sido de 18%. O teto médio da parte fixa do salário, tirando os extras e bonificações, é de R$ 1,6 milhão ao ano. Os jornais dão destaque também à afirmação da presidente Dilma de que o ministro Joaquim Levy foi “mal interpretado” na sua fala aos ex-alunos da Universidade de Chicago. O PT divulgou um documento dizendo que “sofre por suas virtudes”.

Levy foi ao Senado nesta segunda e propôs que os estados e municípios aceitem adiar por um ano a nova indexação das dívidas. Foi recebido pelos senadores Renan Calheiros e Romero Jucá. Levy informou que já se acertou com o Rio. O assunto está na pauta do Senado desta terça (31).

Levy volta ao Senado para falar na Comissão de Assuntos Econômicos. Jucá deu entrevista ao Valor atacando Dilma. Disse que o governo dela é “um titanic em marcha acelerada para um iceberg”. E, se não houver mudança de rota, o choque será inevitável, diz o ex-líder dos governos Fernando Henrique, Lula e Dilma. Ele está na Lista do Janot, mas diz que ser investigado não é demérito; demérito é ser condenado.

O Estado informa que a Associação dos Juízes apoiou a proposta feita em artigo escrito no próprio jornal no domingo pelos juízes Sérgio Moro e Antonio Bochenek de que condenados por crimes hediondos sejam presos, em vez de esperar o julgamento em última instância. A OAB é contra.

A Folha informa que uma cubana do “Mais Médicos”, depois de ouvir ameaças por parte das autoridades de Cuba se não voltasse à ilha, fugiu para os Estados Unidos. O jornal paulista informa também que o governo Dilma reduziu em 72% o gasto com combate ao desmatamento no primeiro mandato. O ritmo da destruição da floresta aumentou.

A manchete do Valor Econômico é a seguinte: “Governo espera antecipar volta de crescimento”. É com esse discurso, diz o jornal, que Levy vai à CAE. Ele dirá que se o ajuste sair mais rápido, o crescimento voltará em prazo mais curto.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.