Sexta-feira prevê tensão em Brasília

06/03/2015 09h38m. Atualizado em 06/03/2015 21h46m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Uma Sexta-Feira que prevê tensão e notícias fortes em Brasília, com a confirmação dos políticos acusados de envolvimento na Lava Jato.

As manchetes do dia mostram que as crises política e econômica continuam a crescer.

O levantamento do jornal O Globo, com a informação de que 10 % do senadores sofrerão inquéritos no âmbito da Lava Jato, traz uma pergunta: o que isso pode fazer com o perfil do Senado Federal. Mas o problema político é ainda pior pois coloca mais pressão na rachada base do governo no Congresso.

Já a informação de que os brasileiros estão diminuindo a viagem para o exterior e que, quando vão, escolhem a Europa para fugir do dólar é outra má notícia para a economia.

No meio disso tudo as declarações do ministro Joaquim Levy devem ajudar a aumentar a tensão política – ele faz pressão para uma aprovação rápida do ajuste fiscal no Congresso após o jogo de empurra-empurra feito com a Medida Provisória. Não vai pegar bem.

Enquanto isso, Marta Suplicy volta a escrever artigo semanal e diz – para surpresa de alguns membros de seu próprio partido – que o episódio no qual Mantega foi insultado em um hospital pode se alastrar.

Outra manchete preocupante dos jornais mostra que os rumores se confirmaram – Dilma Rousseff foi citada na delação do doleiro Youssef. A boa notícia para ela é que Janot descartou o depoimento. O fim de semana chega sem nenhum alívio no noticiário e ainda tem as revistas de amanhã.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.