Presidente derrotada na Câmara; Dilma e Aécio fora da lista de Janot; Dólar vai a R$ 3 e juros a 12,75%. Nos jornais de quinta (5)

05/03/2015 07h37m. Atualizado em 06/03/2015 07h45m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

“Derrota tira poder de Dilma para indicações no STF” é a manchete do Globo desta quinta-feira (5). A Câmara dos Deputados aprovou o projeto que sobe de 70 para 75 anos a idade de aposentadoria dos ministros dos tribunais. Isso fará com que Dilma só possa indicar o substituto de Joaquim Barbosa. O projeto ainda tem que passar no Senado. Outra derrota deverá ser a correção da tabela do IR por 4,5%.

A manchete do Estado é: “Crise se agrava no Congresso e Dilma tenta conter aliados”. A Câmara dos Deputados aprovou a convocação do ministro Cid Gomes para explicar declaração de que a Casa tem “mais de 400 achacadores”. A Folha escolheu para manchete a informação de que “Janot rejeita inquéritos sobre Dilma e Aécio”. O procurador-geral considerou que eles foram citados, mas não há provas. Não se sabe em que contexto foram as referências à presidente e ao seu principal adversário nas últimas eleições. Aécio defende que “setores do governo” tentaram envolve-lo.

O Valor Econômico diz que “Ajuste de até R$ 87 bi pode ser feito sem o Congresso”. Outros destaques dos jornais: juros sobem para 12,75%, dólar vai a R$ 3,00; Supremo extingue pena a José Genoíno; A Folha colocou na primeira página fotos de outros políticos que estão na lista de Janot: senadora Gleisi Hoffman, ex-ministro Paulo Bernardo, o ex-presidente Fernando Collor, senador Edison Lobão e deputado Nelson Meurer. A lista ainda não foi divulgada.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.