Caminhoneiros param estradas; Governo tenta apoio do PMDB ao ajuste fiscal. Destaque dos jornais de terça (24)

24/02/2015 07h11m. Atualizado em 25/02/2015 08h12m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Na manchete do Globo… “Dilma recorre ao PMDB para sair do isolamento”. No Estado de S.Paulo, o tema em destaque é o mesmo: “Governo age para evitar derrotas na Câmara”. O ministro chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, foi à casa do presidente da Câmara conversar sobre a tramitação dos projetos polêmicos da área econômica: a correção da tabela do Imposto de Renda abaixo da inflação, a ampliação do prazo mínimo de tempo trabalhado para pedir seguro desemprego, e a mudança no pagamento de pensão por morte quando o pensionista é jovem.

De noite, toda a equipe econômica foi à casa do vice-presidente Michel Temer se reunir com lideranças do PMDB. O partido argumenta que é preciso convencer também o PT, que tem se oposto às medidas que tentam tirar o país do déficit primário nas contas públicas.

A manchete da Folha é um assunto que está também em todos os jornais: “Caminhoneiros travam rodovias em sete estados”. Eles protestam contra a alta do diesel e do pedágio. A economia já está sendo afetada por esses bloqueios porque a ração não chega para os criadores de aves, os produtores de laticínios não recebem o leite e os produtos perecíveis estão se perdendo, como frutas e legumes. Empresas, industrias e empreendedores individuais estão sendo prejudicadas.

Outros destaques dos jornais: a sede de um partido na Venezuela, o Copei, foi invadido por milícias chavistas. Ele aderiu ao apelo por transição política no país feito pelo prefeito de Caracas Antonio Ledezma que está preso.

Em delação premiada, Alberto Yousseff disse que o ex-presidente Collor recebeu R$ 3 milhões de propina em negócio da BR Distribuidora. Acordo de leniência está dividindo especialistas. Janot quer que STF abra sigilo de político na Lava Jato. Receita promete mais rigor no controle das despesas médicas no IRPF.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.