Mudança Climática obriga espécies marinhas a migrar para o norte da costa leste dos EUA

23/02/2015 15h20m. Atualizado em 25/02/2015 08h37m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Um estudo da Agência Nacional Oceânica e Atmosférica (NOOA) dos Estados Unidos revelou que os peixes da Costa Leste estão se deslocando para o norte em busca de águas mais geladas.
De acordo com a análise, o aquecimento global e, consequentemente, o aumento das temperaturas das águas oceânicas estão obrigando os animais a se deslocar para reproduzir em águas mais frias.
Dados de mais de 40 anos de pesquisa apontam que os peixes da costa leste, especialmente do Golfo do Maine, área de alta biodiversidade marinha, migraram em decorrência do aquecimento global.
A NOOA desenvolveu uma ferramenta que fornece com dados atualizados sobre a migração dos peixes na costa leste.
No site “OceanAdapt”, é possível visualizar o deslocamento de indivíduos de uma espécie em toda a extensão da costa dos Estados Unidos.
A ideia é atualizar os dados anualmente para auxiliar os cientistas a acompanhar a migração das espécies marinhas na região.
Como explicou o engenheiro florestal Tasso Azevedo no “Blog do Clima”, “os oceanos são um dos ecossistemas mais atingidos pelo aquecimento global do planeta”. Os corais também já estão dando sinais.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.