Crise no Minha Casa, Minha Vida; A base rachada na disputa da Câmara e revelações sobre doleiro. Manchetes deste domingo (1)

01/02/2015 06h56m. Atualizado em 01/02/2015 23h31m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A manchete do Globo neste domingo (1) é uma reportagem especial sobre o Minha Casa, Minha Vida: “Descontrole e atrasos ameaçam moradia popular”. Relatório da Controladoria Geral da União informa que, das 1,3 milhão de unidades contratadas, 83% ainda estão no papel. O banco Morada, que quebrou, gerenciava obras em 13 estados e R$ 11,8 milhões sumiram. Há projetos com casas meio construídas e abandonadas. É uma reportagem especial do jornalista José Casado.

A Folha de S.Paulo publicou em manchete declarações do ex-sócio de Alberto Yousseff dizendo que o doleiro não contou tudo. Ele diz que Yousseff possui R$ 150 milhões a R$ 200 milhões e não R$ 50 milhões. Na delação premiada não se pode esconder informações e, se isso for confirmado, Yousseff terá as vantagens canceladas. No alto da primeira, a Folha traz a chamada de um especial sobre a crise da água, onde diz que paulistanos já planejam como viver cinco dias sem água.

O Estado de S.Paulo dedicou a sua manchete à disputa pela presidência da Câmara dos Deputados. “Eleição da Câmara é a mais acirrada da década”. A disputa será neste domingo e será entre os partidos da base do governo: o PT com Arlindo Chinaglia e o PMDB com Eduardo Cunha. Há outros concorrentes como Julio Delgado, do PSB, apoiado pelo PSDB, e Chico Alencar, do PSOL. O favorito é Cunha. Mas o fundamental, segundo o jornal, é que o loteamento da Esplanada não impediu um racha na base do governo Dilma. O assunto está na primeira página dos outros jornais.

Notícias de destaque também: O déficit da Cantareira volta a crescer em janeiro; Prejuízos da agricultura no Norte e Noroeste fluminenses com a falta de agua; Petrobras vai ter que ampliar importação de derivados; Escassez de itens básicos na Venezuela estão minando Maduro e o Chavismo. Racionamentos de energia e água podem fazer o PIB cair 2%.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Crise no Minha Casa, Minha Vida; A base rachada na disputa da Câmara e revelações sobre doleiro. Manchetes deste domingo (1)"

  • José Monteiro Neto 01-02-2015 (1:40 pm)

    Mirian você como uma das principais pessoas formadoras de opniao por favor nos ajude a implemtar uma sindicância sobre Minha Casa Minha DÍVIDA

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.