Descoberta arqueológica do local onde Jesus Cristo foi condenado à morte confirma texto bíblico

11/01/2015 08h48m. Atualizado em 12/01/2015 19h57m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Foi sem planejar. Há quinze anos arqueólogos estavam incumbidos na tarefa de expandir o Museu da Torre de Davi. Mas quando começaram a escavar o piso de um antigo prédio abandonado ao lado do museu na Velha Jerusalém surgiu algo extraordinário: as ruínas do palácio do rei Herodes, onde Jesus Cristo foi condenado à morte pelo governador romano Pôncio Pilatos.
De acordo com o Washington Post, já era de conhecimento dos estudiosos que no local, no passado, havia uma prisão, mas eles não sabiam daquilo estava embaixo dela.
Devido às guerras na região e à falta de verba, somente agora as obras começadas há quinze anos foram concluídas. E a grande descoberta já está sendo exibida para o público em excursões organizadas pelo Museu da Torre de Davi.
“A prisão é uma grande parte do quebra-cabeça antigo de Jerusalém e mostra a história da cidade de uma forma muito original e clara”, avaliou o arqueólogo chefe da escavação, Amit Re’em.
“Para os cristão que querem conhecer com precisão os locais onde ocorreram os fatos históricos, a descoberta é muito forte”, disse Yisca Harani, especialista em cristianismo e peregrinação à Terra Santa. Por consequência de novas descobertas, Harani explicou que o roteiro da Via Dolorosa, iniciado onde Jesus foi julgado por Pôncio Pilatos, mas depois no próprio caminho que levou o Cristo a ser crucificado e sepultado, já foi alterado algumas vezes.

Trecho sobre a condenação e crucificação narrado no evangelho de João (18:28-40), onde o cenário dos fatos pode ter sido finalmente descoberto:

¶ Depois levaram Jesus da casa de Caifás para a audiência. E era pela manhã cedo. E não entraram na audiência, para não se contaminarem, mas poderem comer a páscoa.
Então Pilatos saiu fora e disse-lhes: Que acusação trazeis contra este homem?
Responderam, e disseram-lhe: Se este não fosse malfeitor, não to entregaríamos.
Disse-lhes, pois, Pilatos: Levai-o vós, e julgai-o segundo a vossa lei. Disseram-lhe então os judeus: A nós não nos é lícito matar pessoa alguma.
(Para que se cumprisse a palavra que Jesus tinha dito, significando de que morte havia de morrer).
Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?
Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim?
Pilatos respondeu: Porventura sou eu judeu? A tua nação e os principais dos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?
Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.
Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.
Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.
Mas vós tendes por costume que eu vos solte alguém pela páscoa. Quereis, pois, que vos solte o Rei dos Judeus?
Então todos tornaram a clamar, dizendo: Este não, mas Barrabás. E Barrabás era um salteador.

No capítulo seguinte, em João 19 (1-22):

¶ Pilatos, pois, tomou então a Jesus, e o açoitou.
E os soldados, tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram sobre a cabeça, e lhe vestiram roupa de púrpura.
E diziam: Salve, Rei dos Judeus. E davam-lhe bofetadas.
Então Pilatos saiu outra vez fora, e disse-lhes: Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum.
Saiu, pois, Jesus fora, levando a coroa de espinhos e roupa de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis aqui o homem.
Vendo-o, pois, os principais dos sacerdotes e os servos, clamaram, dizendo: Crucifica-o, crucifica-o. Disse-lhes Pilatos: Tomai-o vós, e crucificai-o; porque eu nenhum crime acho nele.
Responderam-lhe os judeus: Nós temos uma lei e, segundo a nossa lei, deve morrer, porque se fez Filho de Deus.
E Pilatos, quando ouviu esta palavra, mais atemorizado ficou.
E entrou outra vez na audiência, e disse a Jesus: De onde és tu? Mas Jesus não lhe deu resposta.
Disse-lhe, pois, Pilatos: Não me falas a mim? Não sabes tu que tenho poder para te crucificar e tenho poder para te soltar?
Respondeu Jesus: Nenhum poder terias contra mim, se de cima não te fosse dado; mas aquele que me entregou a ti maior pecado tem.
Desde então Pilatos procurava soltá-lo; mas os judeus clamavam, dizendo: Se soltas este, não és amigo de César; qualquer que se faz rei é contra César.
Ouvindo, pois, Pilatos este dito, levou Jesus para fora, e assentou-se no tribunal, no lugar chamado Litóstrotos, e em hebraico Gabatá.
E era a preparação da páscoa, e quase à hora sexta; e disse aos judeus: Eis aqui o vosso Rei.
Mas eles bradaram: Tira, tira, crucifica-o. Disse-lhes Pilatos: Hei de crucificar o vosso Rei? Responderam os principais dos sacerdotes: Não temos rei, senão César.
Então, consequentemente entregou-lho, para que fosse crucificado. E tomaram a Jesus, e o levaram.
E, levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota,
Onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.
¶ E Pilatos escreveu também um título, e pô-lo em cima da cruz; e nele estava escrito: JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS.
E muitos dos judeus leram este título; porque o lugar onde Jesus estava crucificado era próximo da cidade; e estava escrito em hebraico, grego e latim.
Diziam, pois, os principais sacerdotes dos judeus a Pilatos: Não escrevas, O Rei dos Judeus, mas que ele disse: Sou o Rei dos Judeus.
Respondeu Pilatos: O que escrevi, escrevi.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

30 Comentários para "Descoberta arqueológica do local onde Jesus Cristo foi condenado à morte confirma texto bíblico"

  • JOSE AUGUSTO DE SOUZA 11-01-2015 (11:48 am)

    Parabéns pela postagem, gostei muito eu como historiador fiquei muito feliz .Muito sucesso valeu…..

  • Ricardo Marques 11-01-2015 (2:51 pm)

    Gostaria de saber a fonte real de tal “suposto achado arqueológico” e quais as provas contundentes desse fato. No mais, grande abraço e fico no aguardo.

  • jose carlos 11-01-2015 (2:56 pm)

    Em verdade vos digo que a raça de judeus são mercenários, e o seu deus é e sempre sera o dinheiro, o poder econômico judaico foi quem assassinou jesus, através de seus hipócritas sacerdotes, que ao ver um homem que so dizia a verdade defendia os pobres e humildes, e estava pondo em risco o recebimento de dinheiro através de seus templos, e o povo da época estava recebendo esclarecimentos da verdade e estavam abandonado os templos e indo atras da verdade através de jesus, ao matarem jesus, assinaram sua desgraça eterna, nunca terão uma pátria, como castigo . Alem de nunca terão uma pátria, inconscientemente disto, Hitler matou dezenas e milhares de judeus como castigo por terem assassinado o melhor homem que existiu em nosso planeta

    • Paulo Lorenço 12-01-2015 (11:28 am)

      José Carlos,
      Gostaria de poder rebater suas posições com os mais variados argumentos, inclusive religiosos…mas vou desistir porque francamente acho que você padece de alguma patologia mental…para não achar coisa pior.

    • João zil 12-01-2015 (5:27 pm)

      o Jose Carlo vc tem que ler mais a Bíblia meu querido . era licito que eli avia de padecer pra se complici as escritura pra isso eli veio ao numdo pra morrer pelos meus e teus pecado que atraves da sua morte nos recebemos a vida eterna

    • Cleber 13-01-2015 (10:58 am)

      Tão ridículo seu comentário quanto burro. Jesus TAMBÉM era JUDEU. Sendo assim, VAI ESTUDAR antes de falar ASNEIRAS!

  • jose jesus de souza 11-01-2015 (3:24 pm)

    Não vi prova nenhuma. Além de reproduzir um texto da bíblia, o autor deveria ser mais específico.

    • Deusino 13-01-2015 (9:13 pm)

      Também não vi nada de novo nessa história

  • pedro miranda 11-01-2015 (3:34 pm)

    muito interesante, essa descoberta parabéns arqueólogo pelas confirmações bíblica.

  • Nara 11-01-2015 (3:35 pm)

    AMEI A MENSAGEM …QUE O SENHOR DEUS SEJA CONTIGO

  • luiz roberto 11-01-2015 (4:59 pm)

    deu sua vida por nós…não há amor maior.

  • cenio dias 11-01-2015 (9:41 pm)

    muito bom a gente conhecer estas coisas em que lemos na bíblia parabéns

  • Rafael 12-01-2015 (5:29 am)

    Cade a descoberta???

  • Márcio 12-01-2015 (11:34 am)

    Vcs não têm vergonha de falarem tanta asneira e acreditar em qualquer coisa q se fale? Desde quando a descoberta de uma antiga prisão prov sjesus ou algo do tipo? Vergonha tbm é o autor desse blogue noticiar algo sem fontes e a partir do q ele concluiu. Como sempre vcs cristãos são falsos e mentirosos quando querem provar alguma coisa.

  • adilson 12-01-2015 (6:29 pm)

    já existem argumentos obvios com relação a JESUS,principalmente sobre sua ressurreição,da maneira que o povo judeu odiava Jesus alguém acha mesmo que eles deixariam colocarem o corpo de Jesus em um sepulcro?ELE antes de ser crucificado disse que ao terceiro dia ressuscitaria,então ao tirarem o corpo de JESUS da cruz os judeus com certeza iriam reenvidicarem o corpo pra ser embálsamado e colocado a exposição pra que todos vissem e ai diriam tai o seu JESUS ressucitado,mais como não puderam fazerem isso compraram os guardas pra dizerem o que até hoje eles acreditam,esse é o poder de DEUS se manifestando,pena que não aceitaram.
    Paulo Lourenço,vc. não combateu e nem argumentou o que o José Carlos comentou porque vc. sabe que é pura verdade,e patologia mental deve sofrer vc. e coisa pior,acho que nem conhece a bíblia,um ateu nato,com certeza ,

  • gisa 12-01-2015 (7:27 pm)

    creio no senhor jesus com muita alegria creio que ele era judeu morreu por mim tao insignificante mas aquele ritual de sangue foi por mim e por todo aquele que acredita louvado seja o nome do senhor ama a todos mas infelismente existe pessoas que quando se fala o nome de jesus foje nao quer ouvir mas jesus e amor

  • edson 12-01-2015 (7:48 pm)

    eu só queria saber onde (ONDE) na bíblia diz que ele foi pregado em uma cruz só queria saber (ONDE).

  • maurilio soinski 13-01-2015 (9:25 am)

    valeu voçê DEU UMA NOTICIA MARAVILHOSA SÃO COISAS BOAS QUE GOSTAMOS DE VER E LER CHEGA de ouvir o que não presta valeu

  • francisco m de lima 13-01-2015 (9:34 am)

    A Biblia eo Livro mais Antigo do Mundo e nunca deixou de ser Lido pq eo manual da nossa vida se não segirmos os seus ensinamentos não teremos um equilibrio na nossa vida principalmente espiritual mais pra os Atêus que não acreditam que se Fôdammmmm.

  • marilda lopes 13-01-2015 (10:00 am)

    porque cobramos atitudes adultas em crianças e adolescentes quando adultos agem como criança?

  • Marcio Lemes 13-01-2015 (1:05 pm)

    Jesus Cristo não foi condenado pelo governador Pôncio Pilatos, ele foi condenado pelos judeus, o seu povo o condenou à crucificação – João cap 1 – Os romanos o crucificaram sim, mas quem o condenou foram os judeus, que fique bem claro isto !!!

  • Mariza de Souza Bueno 13-01-2015 (1:35 pm)

    Se não deixarmos rastros de bondade,caridade e amor ao próximo teremos que responder seriamente a Deus quando chegarmos no tribunal Divino.Com descobertas ou sem descobertas, acreditando ou não em Jesus temos que ser a imagem e semelhança de Deus.

  • Maria Jobim 13-01-2015 (2:36 pm)

    Amei você é maravilhoso!

  • Walcerly Corrêa de Oliveira 13-01-2015 (2:55 pm)

    Parabéns Matheus ! Uma reportagem muito bonita, além de técnica!
    Muito pertinente também para quem, como eu, procura fatos sobre a vida de Jesus aqui na terra.
    um abraço

  • ANGELA 13-01-2015 (4:53 pm)

    AMEI E MUITO BOM VER O QUE ACONTECEU….E SINAL DA SUA VINDA ESTA MUITO PROXIMA

  • Deusino 13-01-2015 (9:15 pm)

    Também não vi nenhuma novidade nessa história.

  • MARIA FÁTIMA 13-01-2015 (9:26 pm)

    Muito bacana essa reportagem. Me fez refletir sobre a vida real de Jesus na terra. Faça mais dessas.

  • Paulo Hen 14-01-2015 (10:58 am)

    Os que não viram nada de mais nesta descoberta desejo que fiquem sempre sem saber!!!pois o que é sobrenatural só se encherga com olho de fé

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.