Hollande, Merkel, Cameron e outros líderes europeus participarão de Marcha contra terrorismo em Paris. Por Pierre Pichoff

10/01/2015 10h24m. Atualizado em 10/01/2015 12h17m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Por Pierre Pichoff

Paris será neste próximo domingo (11) a capital mundial da luta contra o terrorismo. O presidente da França, François Hollande, quer reunir na Marcha Republicana os principais líderes europeus. A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, o presidente da Comissão Européia, Jean Claude Juncker, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, o presidente-ministro italiano, Matteo Renzi, e o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, estão entre as lideranças que já confirmaram presença no evento.
O objetivo da reunião é simbolizar a união e o rigor da Europa contra o terrorismo. O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, garantiu que a segurança para o evento.
David Cameron disse que aceitou apoiar os valores de Charlie Hebdo: “Estarei presente em Paris neste domingo para me solidarizar com o povo francês”. Já o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, demonstrou união entre os países: “A Espanha está com a França na luta contra o terrorismo e pela a liberdade”, disse.
Além da Marcha altamente simbólica, Paris sediará um congresso internacional da luta contra o terrorismo. No domingo, o ministro da segurança, Bernard Cazeneuve, receberá os responsáveis pela segurança de diversos países aliados: o vice-ministro da segurança dos Estados Unidos, além dos ministros alemão, britânico, espanhol, italiano e polonês, para traçar estratégicas unificadas contra o terrorismo.
Para Manuel Valls, a solução na luta contra o terrorismo é a união dos povos: “esse desafio comum poderá ser resolvido com uma mesma estratégia, não somente da União Europa, mas também do mundo todo”, avaliou.

Pierre Pichoff

Formado como piloto comercial de avião, Pierre Pichoff mora em Caen, na Normandia, França. Ele é o diretor de uma empresa de turismo, a "Descobrindo a Normandia", que oferece passeios personalizados sobre a história da Segunda Guerra Mundial na Normandia, além de Paris e outros roteiros na França.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.