Gastos das famílias batem recorde em janeiro, diz O Globo. Nos jornais desta segunda (5)

05/01/2015 09h50m. Atualizado em 06/01/2015 08h41m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

No mês de janeiro as famílias terão que apertar o cinto. O Globo traz em manchete nesta segunda (5) uma reportagem mostrando que os aumentos de IPVA, IPTU, mensalidades escolares e outros, que normalmente acontecem no começo do ano, serão acima da inflação e os maiores da década. “Gastos de janeiro terão maior peso em dez anos”.
A energia também iniciará o ano sendo reajustada e os ônibus em várias capitais. Apesar de o jornal ter se concentrado no Rio, essa alta de vários bens e serviços vão acontecer em todo o Brasil.
Nesta segunda, o ministro Joaquim Levy toma posse no Ministério da Fazenda já tendo uma má notícia que foi publicada na manchete do jornal Valor Econômico. “Governo transfere gasto de 2014 e dificulta ajuste”. O ex-secretário do Tesouro, Arno Augutin, disse que não deixaria gastos de um ano para o outro, mas deixou, ao fazer mais um truque.
Autorizou o pagamento no dia 31 de dezembro em que não há expediente bancário. Isso melhora as contas de 2014 e piora as de 2015. E são gastos bilionários: pode superar R$ 6 bilhões. São o déficit da Conta de Desenvolvimento Energético que financia o custo da redução de tarifa. Nela, o buraco é de R$ 4,5 bi. Tem outra conta de R$ 1,5 bi no setor elétrico. É isso que os jornalistas de economia apelidaram de “pedaladas”: jogar o gasto de um exercício para outro para maquiar as contas.
A Manchete da Folha de S.Paulo é um estudo feito pelo sistema estatístico da Saúde, o DataSus. Segundo jornal, ele mostra que o risco de morte violenta de um jovem negro, de 15 a 29 anos, no Nordeste é cinco vezes maior do que um branco. “No NE, negro corre 5 vezes o risco de morte de um branco”. A pesquisa foi feita pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a pedido do governo e será divulgada em breve.
No resto do Brasil a vulnerabilidade de um jovem negro é 2,5 vezes maior do que um branco. Na entrevista da segunda, a nova ministra da Agricultura, Kátia Abreu, diz que não existe mais latifúndio no Brasil.
O Estado de S.Paulo informa que o ministro Dias Toffoli tomou uma resolução publicada no dia 30 de dezembro para aumentar o controle sobre as finanças dos partidos. “TSE acaba com o sigilo bancário dos partidos”.
O Globo voltou à informação da manchete do domingo, também na primeira página, que a Petrobras confirmou que usou o escritório de contabilidade para criar a sede da empresa Transportadora Gasene. Ela construiu uma rede de gasodutos. O jornal revelou que a empresa movimentou R$ 6 bilhões em obras superfaturadas e foi criada pela estatal apenas no papel. A Petrobras nega ligação societária com a empresa, mas a relação entre elas é estranha.
A Oposição disse que só isso já é suficiente para abrir nova CPI da Petrobras. A presidente Dilma continua de férias até quarta-feira em Aratu, mas os reflexos da bronca que ela deu no ministro Nelson Barbosa já repercutem no aumento da cautela dos ministros ao falar, informa o Estado.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.