Árvore que servia de playground para crianças pode ter dado início a surto de Ebola

02/01/2015 13h07m. Atualizado em 03/01/2015 13h55m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Emile Ouamono, de dois anos de idade, adorava brincar com as crianças na enorme árvore oca da aldeia de Meliandou, na Guiné, país localizado na África Ocidental.
Milhares de morcegos viviam no buraco da árvore e é possível que, nela, Emile tenha contraído o vírus Ebola, segundo informou a publicação “live science”. Emile, que morreu em dezembro de 2013, foi o “paciente zero” do atual surto de Ebola, ou seja, a primeira pessoa conhecida a contrair o vírus na presente epidemia que já vitimou cerca de 8 mil pessoas.
Os morcegos que viviam na árvore onde Emile brincava são os Mops condylurus e são considerados “reservatórios” da doença.
A árvore estava a cerca de cinquenta metros da casa de Emile, na vila de 31 casas na Guiné.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Árvore que servia de playground para crianças pode ter dado início a surto de Ebola"

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.