Surpresa do mundo com retorno de relações entre Estados Unidos e Cuba marca jornais nesta quinta (18)

18/12/2014 08h19m. Atualizado em 18/12/2014 16h09m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Em todos os jornais a manchete é a mesma nesta quinta-feira (18) como não podia deixar de ser. “EUA e Cuba reatam relações: ‘o isolamento não funcionou’” diz o Globo em manchete. O jornal fez um caderno especial sobre o dia histórico. “EUA e Cuba libertam presos e reatam relações após 53 anos” diz a Folha. “EUA e Cuba decidem reatar relações diplomáticas depois de 53 anos”, é o título do Estado e até o Valor Econômico, que procura uma notícia diferente, por ser um jornal especializado em economia, se rende: “EUA reatam relações com Cuba”.
Em várias análises, especialistas e jornalistas destacam a importância do fato e a dificuldade de vencer o embargo que depende do Congresso republicado. Mas pesquisas mostram que a maioria da opinião pública dos Estados Unidos é a favor da medida, principalmente na Flórida. Veja análise do blog aqui.
A cúpula do Mercosul reunida elogiou a medida, inclusive a presidente Dilma Rousseff, que considerou a notícia “fantástica”.
Com a dimensão do fato desta quarta (17), as notícias sobre o escândalo da Petrobras tiveram menos destaque, mas permaneceram na primeira página. Em entrevista, a presidente da empresa, Graça Foster, diz que ela também precisa ser investigada. Graça Foster disse já ter pedido demissão três vezes e que vai demorar muito até que se saiba exatamente o impacto da corrupção da Petrobras.
O Valor trouxe, em titulo na primeira matéria, a informação que “A diretoria ignorou perda em obras”. Documentos internos da empresa, obtidos pelo jornal, mostram que a diretoria aprovou obras mesmo com alertas de prejuízos. O dia foi mais calmo no mercado financeiro, com o dólar caindo um pouco no Brasil e na Rússia, e a bolsa se recuperando ligeiramente.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.