Em meio à severa crise, deputados aprovam aumento dos próprios salários e de Dilma

17/12/2014 19h18m. Atualizado em 18/12/2014 16h10m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (17) um aumento de salário para os próprios parlamentares, para a presidente Dilma Rousseff, ao procurador-geral da República, além de ministros de Estado e do Supremo Tribunal Federal (STF).
O projeto ainda precisa ser confirmado pelo Senado. Ele concede um aumento salarial de 13% a todos esses servidores. Se passar na câmara alta, o salário da presidente Dilma e de ministros será de R$ 30,9 mil. Já a remuneração dos próprios deputados e senadores, além de magistrados do STF e do procurador-geral será de R$ 33,7 mil por mês.
Ou seja, os deputados aprovaram um aumento de salário para eles maior do que o da presidente Dilma.
Hoje, Dilma recebe o mesmo vencimento dos parlamentares, R$ 26 mil, e menos que “companheiros” de toga da mais alta corte do país, cuja remuneração é de R$ 29,4 mil.
Além de acontecer em meio ao maior escândalo do país, a aprovação ignora o momento de crise fiscal pelo qual o país passa, em que o governo termina o ano sem cumprir as metas fiscais, e com o risco de ter déficit primário. O futuro ministro da fazenda, Joaquim Levy, avisou em entrevista à TV Globo que ele e o ministro Nelson Barbosa estão preparando um ajuste que será feito principalmente cortando gastos. Levy chegou a dizer: “estancando alguns”. Este, pelo visto, não poderá ser estancado.
Alias, pode sim. Se aprovado no Senado (o que deve ocorrer), ainda depende de sanção presidencial. A ver.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

3 Comentários para "Em meio à severa crise, deputados aprovam aumento dos próprios salários e de Dilma"

  • claudio mazzutti 18-12-2014 (3:00 pm)

    severa crise onde vc ta loco jornalista, crise é p/ nos brasileiros comuns que trabalhamos sem parar p/ pagar impostos que esta corja que ta encastelada la em brasilia dão um jeito de roubar de uma forma ou de outra p/ eles nunca vai ter crise veja o aumento que eles dão em beneficio propio e da camarilha 13% agora veja os aposentados professores e todo o resto que vem da vala comun segundo um ministro do S.T.F nao deve passar dos 6% intão p/ ver que a crise nunca chega na brasILHA da fantasia
    E VIVA A CAMARILHA DOS TRES PODERES

    • Lutércio Pacheco 18-12-2014 (8:31 pm)

      Vacas sagradas do Brasil. Perderam a vergonha e a sensibilidade. A correção das tabelas do imposto de renda estão defasadas em 61%.

  • Luiz Machado 18-12-2014 (4:57 pm)

    Explica porque o aumento para a Presidenta. Foi ela quem pediu? ou aumentaram porque existe uma diferença que não pode ser ultrapassada. Tu é jornalista a tanto tempo e não esta informando corretamente ou no mínimo omitindo informação. Lamentável..só mais um.

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.