Índios flecham foto de Dilma com Kátia Abreu em ato na frente do Planalto

05/12/2014 08h48m. Atualizado em 05/12/2014 10h44m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Cerca de cinquenta índios dos povos Apinajé, Krahô, Kanela do Tocantins, Xerente, Krahô Kanela e Karajá de Xambioá protestaram, na tarde desta quinta-feira (4), contra a PEC 215, que dá ao Congresso a prerrogativa de homologação de terras indígenas e a nomeação da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para o Ministério da Agricultura. No ato, na praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, os índígenas fizeram um alvo com a foto da presidente da República, Dilma Rousseff, com a senadora, na qual acertaram diversas flechas.
Os índios, que vieram do Tocantis, disseram que não votaram em Kátia Abreu e que ela não é “dona da terra”, que, segundo eles, pertencem ao povo indígena.
“A senadora Kátia Abreu não foi eleita com nosso voto. É uma vergonha colocá-la no Ministério da Agricultura”, disse o índio Wagner Krahô Kanela à Agência Brasil. “A Kátia Abreu não é dona da terra. Não somos nós, indígenas, os donos da terra. Precisamos viver em paz”, protestou Gercina Krahô.
Os índios também se disseram dispostos a lutar para impedir a tramitação da PEC 215, que está sendo analisada por uma comissão especial na Câmara dos Deputados.
“Estamos aqui para defender nossas terras, a demarcação [de terras indígenas] e para dizer à presidenta Dilma Rousseff que não precisamos de PEC 215. Viemos para dizer isso no Senado e na Câmara dos Deputados. Lutaremos até o fim para que a PEC seja engavetada”, disse o índio Wagner Krahô Kanela à Agência Brasil.
Na quarta-feira, durante reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, Ash Ashaninka, da aldeia Maracanã, do Rio de Janeiro, afirmou que os povos indígenas pretendem enviar um emissário à Organização das Nações Unidas (ONU) para denunciar que os direitos constitucionais indígenas estão prestes a serem violados pelo Congresso brasileiro.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Índios flecham foto de Dilma com Kátia Abreu em ato na frente do Planalto"

  • Afonso Bueno 06-12-2014 (3:32 pm)

    Os índios tem todo o direto do mundo menos de serem maior que a lei.

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.