Botafogo rebaixado: pela segunda vez desde 1910

01/12/2014 07h27m. Atualizado em 01/12/2014 19h33m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Por Gabriela Moreira Dizem que os moribundos sempre reagem antes do fim. O suspiro final foi a derrota do Vitória para o Flamengo, por 4 a 0, no dia anterior. A morte do Botafogo se confirmou no dia seguinte.

Além de anunciada, a morte do alvinegro foi batalhada. Uma conquista dos dirigentes e de suas escolhas. Uma batalha cruel perdida pelos onze que entravam em campo, mesmo quando quem ficava de fora oferecia tão pouco ou nada, como foi se o assunto é salário e apoio.

Quem ficava de fora pede, agora, o esquecimento. Mudou o presidente e triste a sina de quem assume. Carlos Eduardo Pereira é profissional da área de Marketing, mas seria melhor que fosse enfermeiro. Vai assumir um time doente.

Pede o esquecimento o presidente que sai. Maurício Assunção é dentista e imagina-se que se sentirá aliviado voltando a cuidar do universo das 32 peças, entre caninos, molares e incisivos.

E eu não estaria escrevendo sobre o Botafogo se não tivesse uma crendice. Eis que o rebaixamento do time foi decretado contra o mesmo adversário do título do Brasileiro de 1995, o Santos.

Desce o Botafogo e sua torcida ao purgatório do futebol. Pela segunda vez desde 1910.

Gabriela Moreira

Gabriela Moreira é repórter da ESPN e colaboradora do blog

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.