Em Abu Dhabi, ministro de Dilma representa o país. No Brasil, irmãos têm mandado de prisão expedido

28/11/2014 09h27m. Atualizado em 29/11/2014 15h21m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Os irmãos de Neri Geller, atual ministro da Agricultura do governo federal, são investigados na operação Terra Prometida da Polícia Federal. A suspeita é que Odair e Milton Geller tenham participado de um esquema de fraudes na concessão de lotes de terras públicas destinadas à reforma agrária no Mato Grosso. Mandados de prisão foram expedidos contra os irmãos, nesta quinta-feira (27). A PF esteve na casa de Odair Geller e apreendeu documentos, mas não tinha conseguido localiza-los. Os dois se entregaram logo depois.
Na véspera da operação, Neri Geller estava em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, representando o Brasil na missão de “estreitar o relacionamento entre os dois países”, segundo informação do ministério da Agricultura.
Sobre a operação da Polícia Federal, o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirmou, por meio de nota, que o ministro Neri Geller não foi arrolado na “Operação Terra Prometida”. Neri Geller disse que lamenta que os familiares figurem entre os investigados pela PF, mas afirmou não acreditar na participação dos irmãos nas irregularidades apontadas no inquérito. Geller disse, ainda, não possuir associação jurídica ou outro tipo de sociedade com os envolvidos no processo.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.