Esperança em Joaquim Levy marca os jornais nesta sexta (28/11/2014)

28/11/2014 07h46m. Atualizado em 28/11/2014 14h06m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Os principais jornais deixam transparecer nesta sexta-feira (28) a “esperança” de um resgate na economia do país com a figura de Joaquim Levy no Ministério da Fazenda. Leia análise aqui sobre o anúncio da nova equipe econômica do governo Dilma. No Valor Econômico, esse é o titulo principal: “Governo muda política econômica” e lista alguns pontos defendidos nesta quinta pela nova equipe econômica: meta de superávit primário de três anos, começando com 1,2% do PIB e depois ficando no mínimo em 2% em 2016 e 2017. Fim dos repasses do Tesouro ao BNDES que hoje aumenta a dívida. Redução da dívida bruta e dados fiscais anunciados com transparência e detalhes.
O Estadão puxa o tema pelo título: “Nova equipe indica ajuste fiscal gradual e rigor com a inflação”. E destaca também a mudança que dará maior poder ao Ministério do Planejamento. Ele assumirá a coordenação dos programas do PAC e Minha Casa, Minha vida que eram monitorados pela Casa Civil.
Também é noticia na primeira pagina da versão online do jornal Financial Times. O jornal destacou a estabelecimentos de media fiscal de 2% do PIB.
Na Folha, a notícia foi dada assim: “Levy promete aperto para conter o avanço da dívida”. E destaca os mesmos pontos como o de que ao usar a medida de dívida bruta em vez da dívida líquida o governo já dá um sinal de mudança importante. A segunda medida era mais usada pelo governo, mas por ela se descontam os repasses ao BNDES e isso torna a medida artificial.
O Globo registra que “Levy anuncia meta fiscal para três anos” contando também na manchete os principais pontos defendidos pelo economista.
O espaço de opinião política e econômica dos maiores jornais também é dedicado e essa guinada dada pelo governo Dilma, que anuncia agora o que dizia que não era necessário fazer durante a campanha eleitoral.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.