PMDB se ofende com indicação de Kátia Abreu e impõe Vital sobre Ideli

25/11/2014 09h38m. Atualizado em 25/11/2014 10h16m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Caciques peemedebistas não gostaram de receber pela imprensa a indicação da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para o Ministério da Agricultura feita pela presidente da República, Dilma Rousseff.
Nesta segunda-feira (24), o vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, disse, ao jornal O Globo, que ainda não está confirmada a ida de Kátia Abreu para o Ministério. Todavia, assessores do Planalto avaliam que dificilmente Dilma Rousseff voltará atrás nos seus planos.
Por outro lado, o Planalto trabalha para emplacar a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Ideli Salvatti, na vaga do Senado para o Tribunal de Contas da União. Com o anúncio da escolha de Dilma por Kátia Abreu, o PMDB resolveu acelerar a indicação do partido e deve anunciar oficialmente, nesta terça-feira (25), que o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) é o escolhido do partido para ocupar a vaga deixada por José Jorge no TCU.
Vital do Rêgo já havia sido indicado pelo partido para o Ministério da Integração Nacional, o que nunca se efetivou. Vital do Rêgo tem mais simpatia entre os senadores do que Ideli e deve ser confirmado na vaga.
Mesmo assim, Ideli tem feito um périplo entre os gabinetes, em campanha pela vaga — com o apoio do governo. Ela enfrenta forte resistência, porque os senadores nunca aprovaram a forma como a ex-colega negociou pelo governo enquanto ocupou as Relações institucionais.
Vital do Rêgo, que comanda a CPI da Petrobras e prestou bons serviços ao governo impedindo o aprofundamento das investigações, pode herdar os processos da Petrobras já abertos no TCU.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.