Por privacidade, Whatsapp vai criptografar mensagens

23/11/2014 16h53m. Atualizado em 23/11/2014 19h14m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Após a compra do software Whatsapp pelo Facebook, no começo do ano, bateu um medo nos usuários do famoso aplicativo de troca de mensagens na internet.
Muitos migraram para outros semelhantes — como o Telegram e o Threema — temendo ter suas informações pessoais desvendadas pelo Facebook.
Somado ao fato de saber que as nossas mensagens e e-mails foram controlados pela NSA (Agencia de Segurança Nacional Americana), não precisa de muito mais para desistir de usar a internet e celulares para se comunicar.
Todavia, essa época pode terminar. O Whatsapp integrou em seu update no Android, uma criptografia “end to end”, de acordo com reportagem do francês Le Monde.
Segundo o jornal, isso significa que nem a NSA, nem o Facebook, nem o próprio software Whatsapp tem a chave para decifrar o código. O telegram já tinha algo semelhante.
O nome da empresa encarregada de criptografar o Whatsapp é a “Whisper Systems”. Ela desenvolveu o “Textsecure”, programa de mensagens conhecido por ser o mais seguro existente no mercado.
Esse é apenas o primeiro passo.
Apenas o texto entre dois usuários de um mobile Android está protegido. A empresa informou que, nas futuras versões, irá interagir com usuários de iPhone — assim como proteção para vídeos, mensagens de voz e demais. A novidade foi publicada na edição do Le Monde desta segunda (18).

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.