Destaque dos jornais 23/11/2014: Déficit de 100 bilhões, o uso dos fundos de pensão e novas denuncias do Petrolão

23/11/2014 08h31m. Atualizado em 23/11/2014 10h18m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O Clube do Amém, segundo reportagem do Globo deste domingo (23), era o nome dado aos fundos de pensão de estatais que entravam para viabilizar todas as empresas e negócios suspeitos. Eram os indicados pelos partidos ou pelo governo para dirigirem esses fundos. Em muitas operações danosas aos cofres públicos, os fundos entravam como sócios. O jornal carioca traz também na primeira página uma reportagem especial sobre os documentos encontrados na casa do Coronel Paulo Malhães. Seriam mais provas da existência da operação Condor, que uniu as ditaduras da América Latina.
A Folha de S Paulo diz que o rombo a ser herdado pela próxima equipe econômica é de 100 bilhões de reais e, mesmo não confirmado, o grupo de Joaquim Levy, Nelson Barbosa e Alexandre Tombini trabalha num ajuste fiscal. O que o blog soube no entanto é que Levy, que foi na sexta-feira para o anúncio que não houve, jå está de volta ao Rio à espera de novo chamado.
O Estadão conta que Levy ainda encontra resistências de petistas que a presidente tenta contornar. Mas a manchete do jornal sustenta que o lider do PT Humberto Costa recebeu R$ 1 milhão do esquema, segundo a delação premiada de Paulo Roberto Costa. O jornal paulista informa também que os responsáveis pela operação Lava Jato acreditam que já têm provas para pedir a condenação de 11 executivos de empreiteiras.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Destaque dos jornais 23/11/2014: Déficit de 100 bilhões, o uso dos fundos de pensão e novas denuncias do Petrolão"

  • Marcos Alberto 23-11-2014 (2:45 pm)

    A Tailândia resolveram o problema da corrupção do país, com ajuda do exercito. E nós brasileiros vamos resolver os nossos com o que?

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.