Ebola matou cinco mil, infectou 15 mil e esperança de cura pode estar no Brasil

20/11/2014 16h38m. Atualizado em 10/12/2014 23h10m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A epidemia de Ebola já matou 5.420 pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.
Os dados divulgados pela OMS nesta quarta-feira (19) demonstram que o vírus espalhou-se por oito países e infectou 15.145 pessoas.
Os países mais afetados são a a Guiné-Conacri, a Libéria e Serra Leoa. Países como Mali e Nigéria também detectaram muitos casos. Espanha e EUA, poucos.
A Organização informou ainda que 584 profissionais que combatem o vírus nas áreas afetadas pela doença já contraíram a doença. Desses, 329 morreram.
O número de infectados registrados pela OMS aumentou mais de mil desde a última sexta (14).
No Brasil, o Instituto Butantã se prepara para desenvolver soro contra o vírus, numa esperança de cura. A pesquisa será feita em parceria com o Instituto Nacional da Saúde dos Estados Unidos.
Todavia, ainda é preciso a assinatura do contrato. Se autorizado, o soro estará disponível em nove meses.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.