Corrupção nos Correios causa prejuízo de R$ 7 milhões

20/11/2014 09h27m. Atualizado em 20/11/2014 09h27m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Um esquema de corrupção foi desarticulado nesta terça-feira (19) na Gerência de Saúde dos Correios do Rio de Janeiro pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal.
Nota divulgada por procuradores explica que o golpe causou prejuízo de mais de R$ 7 milhões aos cofres da estatal entre agosto de 2011 e abril de 2013.
Foram cumpridos mandados mandados de busca e apreensão na casa de nove envolvidos no suposto esquema, entre eles na do diretor regional da empresa, Omar de Assis Moreira. Também teve busca nos hospitais Balbino e Espanhol.
De acordo com o Ministério Público, empregados dos Correios negociavam privilégios para hospitais no Rio de Janeiro, com o anuência de servidores dos Correios.
A investigação apontou ainda que houve superfaturamento no pagamento de procedimentos cirúrgicos e até de diárias pagas em hospitais. Só uma cirurgia superfaturada custou quase R$ 1 milhão.
Em nota, os Correios afirmaram que a denúncia já está em apuração pela pela empresa e uma sindicância interna foi aberta para apoiar o trabalho da Polícia Federal.
Corre o risco de o rombo nos Correios parecer pequeno diante dos volumosos valores desviados da Petrobras. Mas não é. Corrupção tem de ser duramente e igualmente combatida desde um centavo.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Corrupção nos Correios causa prejuízo de R$ 7 milhões"

  • Carla 21-11-2014 (5:50 pm)

    Muitos hospitais estão sendo investigados contudo nem todos os nomes de hospitais estão sendo citados dos reais envolvidos por que estes resolveram pagar propina para a Polícia federal. Empresas no Brasil tem que pagar o preço das corruptas. Sujo. Sei que tem hospital envolvido nessa investigação que tem todas as provas para provar que não faziam parte desse esquema mas não estão tendo a oportunidade de provar isso por que decidiram não pagar proprina milionária. Hospital balbino não era com toda a certeza envolvido. São pessoas honestas que trabalhei durante toda a vida é nunca fariam parte desse tipo de esquema como não fizeram. Há muitos hospitais no rio que lavam dinheiro e pagaram para a polícia milhões para não aparecer na mídia. Hospital que é honesto não precisa pagar mas acaba sendo alvo de reportagens ….

Comente

O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.