Morre Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça de Lula

20/11/2014 08h50m. Atualizado em 20/11/2014 11h03m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, 79 anos, morreu devido a complicações de uma fibrose pulmonar. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (20) pelo Bom Dia Brasil, da Rede Globo.
Márcio Thomaz Bastos estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo desde a última terça-feira (18).
Ex-ministro da Justiça durante todo o mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, era formado na USP, Universidade de São Paulo, participou da redação da petição que resultou no impeachment de Collor, em 1992.
Antes, havia atuado na acusação dos assassinos de Chico Mendes. No mensalão, Márcio Thomaz Bastos defendeu ex-dirigentes do Banco Rural. Atuou na defesa do médico Roger Abdelmassih, condenado à prisão por ataques sexuais a dezenas de vítimas.
No trato pessoal e com jornalistas, Bastos era uma pessoa gentil. Em diversos casos, atendeu ligações do autor do blog — sempre de forma educada, mesmo quando tratava de reportagens contra os seus clientes.
A presidente Dilma Rousseff lamentou, em seu twitter oficial, a morte do advogado. “O País perdeu um grande homem, o Direito brasileiro perdeu um renomado advogado e eu perdi um grande amigo, Márcio Thomaz Bastos”, disse.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

1 Comentário para "Morre Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça de Lula"

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.