Cardozo acusa oposição de tentar fazer terceiro turno eleitoral

15/11/2014 21h37m. Atualizado em 15/11/2014 21h37m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou neste sábado (15) que a oposição tenta fazer da investigação do escândalo da Petrobras “um terceiro turno eleitoral”.
Cardozo também fez coro ao bordão da presidente Dilma Rousseff após a reeleição ao repetir que a investigação continuará, “doa a quem doer”.
“O governo não mudará um milímetro da sua conduta na perspectiva de exigir investigação, de apurar, doa a quem doer, seja quem for. Falo isso para repelir, com veemência, tentativas de se construir, em cima dessa investigação, um terceiro turno eleitoral. Aliás, postura muito ruim, que não contribui para os avanços da investigação”, afirmou Cardozo em coletiva de imprensa.
Em nota divulgada neste sábado pelo PSDB, assinada pelo segundo colocado nas eleições presidenciais, Aécio Neves, o principal partido de oposição do país defendeu “rigorosa apuração do maior escândalo de corrupção da história do País, através da Operação “Lava Jato”.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.