Sem José Jorge, investigação da Petrobras no TCU corre risco de virar pizza

12/11/2014 09h29m. Atualizado em 12/11/2014 14h01m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O relator do processo de investigação da Petrobras no Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Jorge, completa 70 anos no próximo dia 18 e sua última sessão no tribunal acontece nesta quarta-feira (12). As investigações em curso ficarão a cargo do seu substituto. Novas investigações do esquema de corrupção passarão a ser responsabilidade do ministro José Múcio (foto).
De acordo com nota publicada no Panorama Político, o ministro não gostou da atribuição e mandou recado aos envolvidos no caso: “O CPF é meu limite, não vou salvar ninguém e acabar incriminado”.
Todavia, José Múcio é homem de confiança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em julho de 2014, o Estadão apurou que Múcio esteve com Lula dois dias antes de o TCU inocentar Dilma Rousseff da responsabilidade pela compra superfaturada de Pasadena, mesmo fazendo parte do Conselho de Administração da Petrobras à época.
O critério para substituir José Jorge não deve fugir de o de um perfil amigável ao governo. Disputam a vaga o presidente da CPI da Petrobras, Vital do Rêgo (PMDB-PB) e a ministra Ideli Salvatti. Ambos chegarão para trabalhar com a mesma intenção de ajudar o governo neste escândalo que é, como disse à imprensa o presidente da Corte, Augusto Nardes, o “maior da história”. Mas a presidente Dilma prometeu não deixar “pedra sobre pedra” porque “doa a quem doer” tudo será apurado. Não percam os próximos capítulos do caso que está em cartaz no Brasil e no circuito internacional.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.