PIB pode ter primeiro fôlego do ano com 0,32% no terceiro trimestre

11/11/2014 08h55m. Atualizado em 12/11/2014 00h05m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O terceiro trimestre pode ser o melhor do ano. Apesar de alguns números ruins, houve também alguns bons. A indústria teve dois meses de crescimento de 0,7% em julho e agosto. É bem verdade que ela caiu em setembro e a comparação de julho foi contra um mês fraquíssimo de junho. O dado oficial sairá só em 28 de novembro, pelo IBGE, mas uma previsão com base nos indicadores que já sairam permitiram à FGV divulgar a projeção de um resultado positivo para o PIB, soma de toda a renda gerada no País, de 0,32%.
Houve, como se sabe, recessão no primeiro semestre do ano com a queda de 0,2% no primeiro trimestre e 0,6% no segundo trimestre.
Os economistas no entanto não acreditam que esse é o começo da recuperação sustentada. Eles acham que é um pequeno fôlego, mas o país deve fechar o ano com o PIB estagnado entre zero e 0,2%.
Na comparação do terceiro trimestre em relação a igual período de 2013, a economia não cresceu, a indústria caiu (-1,5%), mas também houve avanços – na agropecuária (2,5%) e nos serviços (0,8%).

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.