Oregon, Alasca e DC, nos EUA, legalizam maconha para “uso recreativo”

05/11/2014 15h07m. Atualizado em 10/12/2014 23h46m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Os Estados de Oregon e Alasca, além da cidade de Washington, capital dos EUA, aprovaram a legalização da maconha nesta quarta-feira (5) para o uso recreativo, permitindo a posse da erva.
No Oregon e no Alasca, foi aprovada a existência de lojas regulares. Ao mesmo tempo, na Flórida, a legalização da maconha medicinal não foi aprovada.
Segundo o jornal “Washington Post”, o voto no Distrito Federal é o mais recente sinal da crescente aceitação pública da droga nos Estados Unidos.
Advogados simpatizantes têm tentado dar status legal à maconha desde os anos 1960, perdendo batalhas periódicas contra grupos de pais e de guerra contra as drogas.
Todavia, segundo o jornal, a opinião pública mudou: cerca de 6% dos norte-americanos usam a droga, incluindo um terço dos alunos do ensino médio do país.
Pessoas com idade acima de 21 anos podem portar até 57 gramas de maconha e cultivar até seis plantas.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.