Dirceu deixa a cadeia em Brasília e vai para casa

05/11/2014 00h26m. Atualizado em 05/11/2014 00h26m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

Condenado no mensalão, o ex-ministro José Dirceu deixou a cadeia nesta terça-feira (4) e começou a cumprir em casa o restante de sua pena de 7 anos e 11 meses de prisão.
A saída de Dirceu, depois de mais de 350 dias no sistema prisional do DF, trouxe alívio para alguns servidores do alto escalão ouvidos pelo blog.
As passagens de Dirceu no Complexo Penitenciário da Papuda, quando ainda estava no regime fechado, e no Centro de Progressão Penitenciária, no semiaberto, foram marcadas por denúncias de regalias.
Ao blog, na condição do anonimato, os servidores concordaram que a presença do ex-ministro chefe da Casa Civil deixava o ambiente, que já é obviamente tenso, ainda mais “nervoso”.
José Dirceu estava preso desde o dia 15 de novembro de 2013. Descontados os benefícios por livros lidos, com apresentação de relatórios, e por dias trabalhados, Dirceu conseguiu voltar para casa antes de cumprir um ano ou um sexto da pena.
A justiça também já deu o benefício do regime aberto para o ex-presidente do PT José Genoino por motivos de saúde, ao ex-tesoureiro do PL, atual PR, Jacinto Lamas, ao ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, aos ex-deputados Bispo Rodrigues (PR) e Pedro Henry (PP). José Borba, também ex-parlamentar, foi condenado somente ao regime aberto.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.