Dor de separação pode indicar ‘falso positivo’ para infarto

01/11/2014 16h50m. Atualizado em 10/12/2014 19h31m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

O sofrimento por uma separação amorosa pode provocar fortes dores no tórax e disfunção temporária de fibras musculares do coração, sintomas muito similares ao infarto do miocárdio.
O diagnóstico “falso positivo” de infarto para a dor de amor aparece no resultado de exames como o eletrocardiograma e enzimas. Somente o cateterismo ou o ecocardiograma pode mostrar que não existem artérias obstruídas no peito do paciente.
Mas erra quem pensa que o acometido pela dor da desilusão amorosa está se vitimizando. Trata-se de uma recente classificação de cardiopatia, conhecida como síndrome do coração partido. Palidez, hipotensão, taquicardia, febres e insuficiência respiratória fazem parte da lista de sintomas dessa síndrome.
De acordo com matéria publicada pelo jornal O Globo, neste sábado (1), estudo apresentado na reunião anual de 2014 do American College of Cardiology mostrou aumento vertiginoso de pacientes americanos diagnosticados com a síndrome.
A despeito da gravidade na fase aguda, a síndrome é transitória e o tratamento é essencialmente baseado em medidas de suporte hemodinâmico.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.