Recomeça julgamento de extradição de Pizzolato na Itália

28/10/2014 07h54m. Atualizado em 28/10/2014 16h08m

CompartilheShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on RedditShare on VK

A Justiça italiana recomeça nesta terça-feira (28) o julgamento de extradição do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão.
Se o pedido do governo brasileiro tiver êxito na Itália, Pizzolato cumprirá, no Brasil, condenação por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato (desvio de recursos públicos), imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
A extradição começou a ser julgada em junho deste ano. Todavia, a Itália concedeu pedido da defesa para Pizzolato ter acesso aos documentos apresentados pelo Ministério público Federal brasileiro. A decisão paralisou o julgamento.
O autor do blog fez a última entrevista concedida por Pizzolato antes dele fugir do Brasil.
Nela, em outubro de 2012, o foragido da justiça brasileira chegou em Copacabana, bem mais magro, sem barba, tentando não ser reconhecido na rua. Estava acompanha da mulher, Andrea Haas. Afirmou ter sido “amaldiçoado” e que as acusações contra ele eram “fantasiosas”.
Depois disso, Pizzolato fugiu, foi capturado em Maranello, na Itália e nunca mais deu declarações à imprensa.

Matheus Leitão

Matheus Leitão é jornalista há 15 anos. Em sua carreira, passou pelas redações do Correio Braziliense, revista Época, portal iG e Folha de S.Paulo. Matheus recebeu o Prêmio Esso por duas vezes, o Troféu Barbosa Lima Sobrinho -- além de menção honrosa no Vladimir Herzog. Entre 2011 e 2012, esteve na Universidade de Berkeley, na California, como Visiting Scholar.

    Comente

    O autor do blog não se responsabiliza pelo comentário.